Partilhar
Pré-Diagnóstico

Faça um pré-diagnóstico e identifique qual o seu ponto de dor:

Ombro
tórax
anca
punho / mão
joelho
tornozelo / pé
cabeça
coluna cervical
coluna dorsal
coluna lombar
cotovelo
cóccix
Ombro
tórax
anca
punho / mão
joelho
tornozelo / pé
Clique para rodar o boneco Fisioterapia Lisboa
Joelho

Tendinite Pata de Ganso

A pata de ganso corresponde à inserção de três tendões – semitendinoso, semimembranoso e costureiro. É a junção dos tendões dos três músculos que se situa na região interna/medial do joelho (face interna e superior da tíbia).

 

A pata de ganso pode assim sofrer uma tendinite, patologia comum em mulheres, em indivíduos com obesidade, em atletas de longas distâncias ou em pacientes com outro tipo de patologias associadas como lesões do menisco medial, entre outras.

 

Os músculos constituintes da pata de ganso têm a função primária de promover a flexão do joelho, tendo influência secundária na rotação interna da tíbia, protegendo contra o stress da articulação nas posições de rotação e de valgo.

 

Quando a pata de ganso inflama e se trata de uma tendinite, os principais sinais e sintomas são dor e sensibilidade na parte interna do joelho ou na linha média do joelho, mobilidade articular passiva normal e activa limitada pela dor, atrofia do músculo quadricípete (se acompanhada de processo degenerativo). Não apresentam edema nem derrame articular.

 

A Tendinite Pata de Ganso apresenta três fases – aguda, subaguda e crónica. A fase aguda é caracterizada pelos sinais de calor, dor, claudicação, edema e hiperémia intensa, sendo desencadeada uma resposta inflamatória acentuada, sendo que a Fisioterapia Lisboa promove um tratamento anti-inflamatório (electroterapia, massagem com gelo, repouso). Na fase subaguda ou fibroblástica gera-se o tecido cicatricial, pelo que o Fisioterapeuta deve realizar para além do tratamento anti-inflamatório, massagem transversal profunda, exercícios passivos e activo-assistidos. A fase crónica ou fase de remodelação, refere-se ao aumento da força e da rigidez do tendão, sendo importante que nesta fase o Fisioterapeuta optimize a funcionalidade do tecido que está a cicatrizar, prevenindo a recorrência da lesão. Estão assim indicados exercícios com resistência, PNF e treino funcional. 

 

A acupuntura e a mesoterapia são também técnicas complementares indicadas no tratamento da tendinite Pata de Ganso, disponíveis na Fisioterapia Lisboa