Ultra-som

Para o Topo

Na Fisioterapia Lisboa pode-se recorrer e incluir no plano de tratamento o ultra-som terapêutico com o objectivo de aumentar o fluxo sanguíneo local e assim acelerar o processo inflamatório, reduzindo o edema e estimulando as células inflamatórias, promovendo assim a cicatrização, regeneração do tecido e diminuindo dores e os espasmos musculares.

 

 

O que faz o Ultra-som?

Fisiologicamente o ultra-som promove a produção de calor para os tecidos (tendões, músculos e articulações) diminuindo os sintomas de inflamação e promovendo a regeneração dos tecidos. Não é doloroso, não tem efeitos colaterais e é feito por meio de um transdutor capaz de gerar correntes eléctricas de frequências alternadas e capazes de penetrar o tecido e estimular o fluxo sanguíneo da região. As ondas sonoras libertadas por meio do transdutor atravessam o tecido em meio aquático ou por intermédio de gel condutor. 

 

Frequências de Ultra-som

A capacidade de profundidade das ondas no tecido é inversamente proporcional à frequência aplicada, podendo variar entre 0,5 e 5 MHz, sendo a frequência normalmente utilizada entre 1 MHz (superficial) e 3 MHz (profundo). 

 

Tipos de Ultra-som

Em Fisioterapia pode-se optar por uma das modalidades de ultra-som, contínuo ou pulsátil:

  1. No ultra-som contínuo as ondas são emitidas de forma contínua produzindo efeitos térmicos, alterando o metabolismo e permeabilidade das células, contribuindo para a cicatrização e diminuindo o edema. É mais eficaz no tratamento de lesões crónicas;
  2. No ultra-som pulsátil, as ondas são emitidas de forma intermitente, não produzindo efeitos térmicos, mas mantém a propriedade de estimular a cicatrização e diminuir os sinais inflamatórios, sendo mais indicado em lesões agudas. 

 

 

Tratamento

É indicado para o tratamento e diminuição da sintomatologia álgica de:

 

 

Contra-Indicações da utilização do Ultra-som

Este tratamento é contra-indicado em algumas situações, tais como:

  • Osteoporose avançada;
  • Presença de próteses ou material de osteossíntese;
  • Gravidez;
  • Neoplasia e áreas tratadas com radioterapia ou que apresentam varizes. 

 

É um recurso que pode ser um bom aliado quando incluído no tratamento de Fisioterapia. Após avaliação os nossos Fisioterapeutas verificam se podem incluir o ultra-som na patologia em questão, a frequência, intensidade e tempo de aplicação do ultra-som que varia de acordo com o tipo e grau da lesão. Venha tratar de si na Fisioterapia Lisboa!

 



Para saber mais informações, preencha o formulário online ou ligue directamente para a Fisioterapia Lisboa:
96 689 07 42 ou 91 365 30 49